domingo, 29 de Julho de 2012

Tarte de Amoras Silvestres

Elas são terríveis!
Muito mal vistas e nada desejadas!
Ninguém as quer por perto e quando as avistam tratam logo de as afastar, como se fossem uma praga letal.
Elas respondem com agressividade, metem-se onde não devem,  espreitam por todos os lados e nunca desistem, teimam em tudo ocupar.
Os poucos que se atrevem a se aproximar, sempre levam marcas gravadas na pele, elas arranham, esgadunham, ferram sem dó nem piedade. 
No verão disfarçam-se, adornam-se com flores,  usam jóias escarlates e negras, perfumam-se de doces aromas e ficam placidamente à espera, como aranhas silenciosas nas suas teias.
Quem, por má sorte, se deixa enredar, sempre vê a fuga tortuosa, elas não gostam de ser abandonadas! Preferem esfacelar as pobres vitimas.
Por precaução não se aproximem delas, as Silvas são malvadas!


As silvas abundam por estas bandas, travamos o ano inteiro uma batalha constante para as manter afastadas do jardim, mas elas fazem uma resistência feroz! No entanto nesta época sou eu quem as procura, gosto imenso de amoras silvestres! Nuca saio incolme deste encontro, mas vale a pena pelo prazer de depois me darão.


Ingredientes
Massa
185 g de farinha;
100 g de manteiga;
60 g açúcar;
30 ml de sumo de limão;
50 ml de água gelada;
sementes de papoila (opcional).

Recheio
400 g de amoras silvestres maduras (ou congeladas);
2 maças (pequenas);
125 g de açúcar;
2 colheres chá de amido de milho;
1 cálice de vinho Muscatal.


Execução
Misturar a farinha com o açúcar, a manteiga,  o sumo de limão, a água e as sementes de papoila. Bater, com as varas da batedeira, até obter uma massa homogénea e formar uma bola. Envolver em película aderente e levar ao frigorífico durante 30 minutos.
Lavar bem as amoras, levar ao lume com o açúcar de deixar ferver em lume brando durante 30 minutos, juntar a maça picada. Desfazer o amido de milho no vinho muscatel e adicionar aos restantes ingredientes. Deixar engrossar e retirar.
Estender a massa numa superfície enfarinhada, forrar com ela a tarteira e colocar a recheio. Decorar a gosto (fiz um encestado com tiras de massa).
Levar ao forno, pré-aquecido a 180º, durante 35 minutos.


Uma tarte... selvagem!


Aromática...


 Uma festa de verão.


Um exterior crocante...


Um doce maravilhoso no interior.


Bom apetite.

28 comentários:

  1. ADORO AMORAS TAMBÉM JÁ ANDEI APANHAR ,ONTEM FIZ UMA SOBREMESA COM ELAS.
    A tua tarte ficou linda, o interior esta mesmo uma delica.
    Bom domingo
    bjs

    ResponderEliminar
  2. Hola Lenita,

    Menuda tentación nos dejas hoy, si es que así no hay manera de llevar a cabo la «operación bikini» ja, ja. Tiene un aspecto estupendo. Me la anoto (a pesar de todo).

    ResponderEliminar
  3. A massa da tarte parece realmente deliciosa!
    E em conjugação com o interior hmmmmmm ;)

    ResponderEliminar
  4. Lenita, mas que amor de tarte... Trouxe-me à memória bons momentos de infância... Tão bonita e perfumada!! Uma maravilha!
    beijinho*

    ResponderEliminar
  5. Mais um doce com um aspecto divinal Lenita :)
    Todos os doces com frutos vermelhos que fazes são uma verdadeira delícia!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  6. Oi Lenita,
    Adoro amora das silvas, o sabor é mais ativo, esta tarte não só é belíssima como também deliciosa.
    Beijo,
    Vânia

    ResponderEliminar
  7. Meu Senhor, me deu água na boca essa fatia Lenita, que linda cor ficou, adoro amoras, na casa da minha vizinha tem uma plantação delas, e eu adoro tirar do pé e saboreá-las lá mesmo. Essa torta ficou com certeza deliciosa, junto com as maçãs, fico aqui imaginando o sabor. Linda. Bjocas

    ResponderEliminar
  8. Nada desejadas? eu cá adoro-as :D

    E ainda mais numa bela tarte destas! Gosto muito do facto de ter massa por cima, o que ainda dá mais sabor e a torna ainda mais rica :)

    Ficou linda! Parabéns! :)

    ResponderEliminar
  9. Que receita fantástica! Deve ser uma delícia...vou levar a receita.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Olá Lenita,

    Quem me dera travar esta batalha, gosto tanto de amoras silvestres. Na minha infância ia passar férias, no verão a casa da minha avó e o muro à volta da casa era cercado por estas delícias que eu não me cansava de apanhar.

    A tua tarte está simplesmente maravilhosa. Que delícia deve estar!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Querida amiga...
    descobri este seu espaço sem querer! A vida é mesmo engraçada...pensava em si tantas vezes! Fico feliz, por sentir que também está bem. Força e por favor não desista dos seus sonhos, porque só consigo sonhar se você partilhar connosco os seus!
    Beijinhos
    Laura
    piratinhasnoji.blogspot.com

    ResponderEliminar
  12. Querida Lenita,
    Nossa!!! Verdadeira TENTAÇÃO!!! Como sempre ARRASOU na torta e na apresentação... Adorei também o texto... Muito criativo... Parabéns!!!
    Grande beijo e uma excelente semana, Irene

    ResponderEliminar
  13. Lenita que delicia menina.Vale à pena uns arranhões por essas delicias.Adoro amoras e colhidas na hora não há quem resita.Temos aqui em São Paulo uma avenida que na época de amoras os carros param para colhe-las.Sua torta ficou maravilhosa.Ta anotada.Beijos e boa semana pra você.

    ResponderEliminar
  14. Lenita eu adoro amoras! Sua torta deve ter ficado divina!!!
    Bjsss

    ResponderEliminar
  15. Adorei esta sobremesa: a tarte, as amoras e a trepadeira, que dá essas flores roxas, lindas.
    As amoras por cá só para meados de agosto. Resta esperar pacientemente.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  16. Lenita
    no caminho para o trabalho, passo ao lado de muitos pés de amora que ladeiam um terreno baldio. No verão, passo procurando algumas para me deliciar. Por aqui, ainda não estão maduras. Aguardo com impaciência o momento de poder desfrutá-las.
    A torta ficou linda.
    Beijos

    ResponderEliminar
  17. Também adoro amoras silvestres e já temos marcada uma apanha para as proximas semanas. Num baldio perto de nós :D

    ResponderEliminar
  18. Lenita, que delicia. Engraçado, que (eu moro no campo) ando a apanhar amoras há uns tempos, muitas ainda não estão maduras, para fazer qualquer coisa com elas. Agora já sei, vou guardar a tua receita e quando tiver o suficiente vou fazer.
    Bjkas

    ResponderEliminar
  19. lenita, adoro amoras e fazem-me recordar os tempos de criança, em que de Verão ia passar férias para a Ericeira e lá haviam muitas e muito boas!! nham, nham
    A tarte ficou divinal!!
    Beijocas

    ResponderEliminar
  20. Olá Lenita :)
    Eu sou fã de amoras silvestres (só é pena os arranhões lol)e já as começo a ver a espreitar aqui pelas ruas e perto de casa...mas ainda não consegui ver nenhuma madura...não perdem por esperar eheh

    A tua tarte está maravilhosa, gostei muito da forma como decoras-te, tanto com a massa entrelaçada, como com as amoras tão lindas por cima...
    O recheio ficou sensacional...imagino que tenha ficado deliciosa!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  21. Que fantástico! Estou sem palavras :) mesmo maravilhosa. Bjs

    ResponderEliminar
  22. Que maravilha de torta fiquei com vontade,boa semana beijos

    ResponderEliminar
  23. Amoras silvestres!!! Como as adoro!! As normais sabem a deslavado :(
    As amoras silvestres fazem-me lembrar a minha infância, quando as ia apanhar com o meu pai nas ruas perto de casa, para dentro de um boné :) Só me apetece voltar a correr tudo à procura delas!
    Esta tarte deve ter ficado divinal, com esse tesouro dentro! ;)

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  24. Ah, Lenita que inveja desse teu pomar! Parabéns, moramos em casas grandes, porém sem quintal, daí não tem como preparar receitas com frutas tão frescas. Esta está Exxxxxxxxxxxxpetacular!!!! Beijos...

    ResponderEliminar
  25. Tenho estado ausente e agora ando a "pôr a leitura em dia", e que prazer me dá ver o teu cantinho=) receitas deliciosas e fotos irresistíveis, uma maravilha para o paladar e para os olhos!
    Esta tarte deve ser uma maravilha, adoro amoras*** beijinhos

    ResponderEliminar
  26. Adoro amoras silvestres!! E acabei de apanhar umas :) esta é uma boa sugestão para lhes dar uso;)
    Beijinhos :*

    ResponderEliminar