segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Mousse de Diospiro

Eles estão ai, mas os bons, esses nem sempre são fáceis de descobrir!
Chego a pensar que são uma raridade, algo tão precioso que quando se encontram tem que se acarinhar, embalar docemente, acariciar com toda a suavidade. Então no momento certo... nunca antes de tempo... apenas no momento certo, com idade já madura e guardando toda a sabedoria de muitos dias de sol, só então permito que sejam meus e eu entrego-me sem reservas! Nesse momento mágico, quando o dia chega ao fim e o céu se tinge de laranja, deixo que o seu calor me invada, que a sua doçura me embriague e sorvo-os lentamente, bem devagar, procurando perpetuar o prazer, tentando que não acabe!
Diospiro... como eu por ti suspiro! 



São mesmo uma raridade, os bons, os dióspiros, aqueles de polpa macia, muito doce e com cor de pôr de sol!
Tive a sorte de receber alguns de presente e quis ficar com eles para sempre, mas como não pode ser, então pensei que podia pelo menos guarda-los aqui, ao pé de mim!


Nesta receita usei dois tipos diferentes de diospiros, os meus favoritos, os mais sensíveis, macios, carnudos e tão doces, que têm que ser comidos com colher e os outros... aqueles que se podem roer, que são duros, menos doces!


Ingredientes:

Mousse

4 diospiros de polpa mole, bem maduros;
200 ml de natas;
sumo de 1/2 limão;
6 folhas de gelatina.

Coulis


2 diospiros de polpa mole.
1 colher de sopa de sumo de limão.

Decoração

diospiro maça;
folhas de strevia (hortelã ou menta).



Execução:

Mousse

Retirar a polpa dos diospiros e triturar de modo obter um creme.
Bater as natas até ficarem firmes.
Demolhar as folhas de gelatina, levar uns segundos ao micro-ondas para derreterem.
Misturar a gelatina derretida com o sumo de limão e a polpa dos diospiros. 
Envolver as natas.
Levar ao frigorífico até prender (cerca de 4 horas).

Coulis

Triturar os diospiros e misturar o sumo de limão.
Verter sobre a mousse.

Decoração

Descascar o diospiro de polpa firme e cortar em fatias finas. Dispor sobre a mousse.
Decorar com folhas de stevia*.


Uma sobremesa muito fácil e rápida de fazer!
Não precisa de açúcar, pois os diospiros já são muito doces.


Pode-se fazer uma versão menos calórica adicionando iogurte natural em vez de natas (mas não é a mesma coisa).


Querem provar? 
Olhem que a época dos diospiros acaba depressa!


Não resistam... experimentem!

*Nesta receita usei folhas de stevia na decoração, uma planta aromática de folhas muito doces, saibam mais sobre ela no site das Aromáticas Vivas.

18 comentários:

  1. Muito bem, eu adoro dióspiro mas nunca fiz nada com eles e aqui está uma bela ideia realmente, e que bom que deve de estar.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Eu adoro e é tão raro comer! :)
    Ficou linda, adoro a cor!
    _____________________
    aculpaedasbolachas.com

    ResponderEliminar
  3. Ficou uma mousse linda! Dióspiro é um fruto maravilhoso!

    Beijinhos*
    http://dapanelaparaocoracao.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Bela receita! Aqui no Brasil os chamamos de caqui (nome indígena) e os temos em abundância no período de maio a junho (outono para nós).

    ResponderEliminar
  5. Adoro diospiros, só não gosto quando trazem surpresas dentro =S Adorei o teu blog, as receitas, as fotos, as cores... muitos parabens! Vou estar atenta às tuas receitas =) ah! e fico à espera da tua participação =)

    ResponderEliminar
  6. Olá Lenita,

    que cor mais linda e apetitosa, está com um aspecto tentador e delicioso, vou levar a receita, adorei.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Lenita querida, eu que devo-lhe desculpas pelo meu sumiço, andei na correria, e nem sempre dá pra visitar a todos, sempre estou vendo suas receitas lá do meu blogroll, mas nem sempre consegui deixar comentários. Me desculpe viu? Nunca me esqueci de ti não viu? Quanto a essa mousse, esta linda, gosto demais de caqui e nunca fiz mousse com esse fruto tão saboroso. Essas tacinhas me deram água na boca. Beijinhos, uma ótima semana

    ResponderEliminar
  8. Querida Lenita,
    AMO!!! Amo dióspiros, desses moles, que só de lhes pegares já se desfazem todos e sempre que lhe posso pôr o dente não me escapam. Um amor que já vem da infância e que, em Setembro, quando aí estive, já lhes espetei o dente e matei o desejo!!
    Esta tua mousse está irresistível amiga!
    Beijinhos,
    Lia

    ResponderEliminar
  9. Que sobremesa tão bonita e esse sabor a diospiro deve ser magnifico.
    Bjs, Susana
    Nota: Ver os passatempos a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/11/1-aniversario.html
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/12/strudle-de-bacalhau-e-couve-com-chourico.html

    ResponderEliminar
  10. cá em casa há tantos mas são dos molinhos, daqueles que só se comem quando já estão quase passados. mas eu adoro diospiros.
    vou ter de experimentar esta mousse antes que acabem :) beijinhos mil

    ResponderEliminar
  11. Que sobremesa dos deuses! eu adoro diospiros desde sempre... sai uma tacinhas destas para estas bandas mas falta uma pitada de canela... bjks

    ResponderEliminar
  12. Fantástica, mas a receita dá para quantas doses? Bem haja

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dá para cerca de 8 doses.
      Obrigada pela gentileza.

      Eliminar
  13. Não conheço essa fruta... Será que é o que chamamos de caqui aqui no Brasil?
    Achei muito parecido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É sim Patrícia. Há regiões em Portugal onde também é chamado caqui :)

      Eliminar
  14. Gosto de mousse e de dióspiro! Parece-me que gosto mais dos dois juntos! :) Não conhecia o teu blog, mas já estou a seguir! ;)

    ResponderEliminar
  15. Excelente. Parece-me que vou replicar já ;)
    Bjiis

    ResponderEliminar