sexta-feira, 22 de junho de 2012

Pão Duas Farinhas de Trigo

Mostra-me a tua mão.
Quero agarra-la entre as minhas,
Quero acaricia-la,
Dar-lhe beijos, sentir o seu aroma.
A tua mão, tão delicada,
Faz magia, alquimia!
Transforma tudo em que toca.
Até me transformou a mim!


Ando entusiasmada com a confeção de pão. Gosto de passar pelo blogue da São, o Rapa Tachos, ver todas as receitas de pão que ela já experimentou e publicou. Como não tenho máquina de pão, nem afins, preciso seguir outros passos que tenho descoberto aos poucos, ora lendo, ora  pesquisando pelos vossos blogues, mas principalmente experimentando, metendo as mãos na massa e sabem uma coisa?
Gosto mesmo de meter as mãos e amassar, sentir a textura da massa, esticar, encolher e ficar ali a imaginar outros tempos, outras vidas em que isto fazia parte da rotina das cozinhas das avós, onde os pequenos corriam em seu redor pedindo um pouco de massa para brincar, para fazer um pãozinho pequenino. 
Na casa da minha avó materna cozia-se com regularidade e quando íamos de visita ao fim de semana, era uma enorme alegria ir com ela  ser "padeira". O pão da avó Rosa de Lapaduços era o melhor do mundo, quem de dera ter a receita!

Ingredientes: 
250 g de farinha T65;
225g de farinha de trigo integral;
275 ml de leite morno;
25 g de manteiga amolecida
1 colher de chá de sal;
20 g de fermento fresco;
1 colher de chá de açúcar;
sementes para colocar no exterior (sésamo, linhaça, girassol). 


Execução:
Desfazer o fermento com um pouco de leite morno, juntar o açúcar e uma pitada de farinha. Deixar repousar uns 15 minutos para "acordar" o fermento e este se tornar ativo.
Peneirar a farinha de trigo, juntar a farinha integral e o sal, misturar bem. Formar um cova no meio das farinhas, deitar o leite morno, a manteiga, e a mistura com o fermento. Com a mão, em movimentos circulares, envolver aos poucos a farinha. Quando tiver incorporada sovar a massa, esticando com o pulso e recolhendo com os dedos para o centro. Fazer isto durante uns 10 minutos.
Formar uma bola, dar uns golpes em cruz e levar a levedar. Já tenho referido que aqueço levemente o forno e coloco a tigela com a massa lá dentro, embrulhada numa mantinha. Fica 60 minutos a crescer até dobrar de tamanho. Findo este tempo retirar e voltar a sovar a massa, desta vez por menos tempo,uns 5 minutos bastam. Dar a forma pretendida ao pão e dispor sobre um tabuleiro enfarinhado. Colocar novamente a levedar por mais 60 minutos. Pincelar com leite e salpicar com as sementes.
Levar ao forno, pré-aquecido a 180º, durante cerca de 20 a 30 minutos, depende o forno e do tipo de cozedura que se prefere, retirei quando estava douradinho.


O meu marido comentou, "finalmente fizeste pão", pois para ele os anteriores ou eram um doce ou um bolo, ou qualquer coisa, mas não pão, ahahah!


As sementes não ficaram bem seguras, ao cortar saltavam muitas... como fazer para as prender melhor?

15 comentários:

  1. Que pão tão, tão bonito! Adoro pães de cereais, quem me dera ter umas mãos assim mágicas para fazer pães assim tão perfeitos! :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. eu também adoro fazer pão e também não tenho máquinha de fazer pão e sinceramente acho que nem é preciso. Ando sempre à procura de receitas de pão. E já tenho uma das tuas de lado para a fazer. Se calhar vou juntar outra! Já estou como diz o teu marido: este tem mesmo aspeto de pão! Beijos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  3. Olá Lenita,
    Tal como os da São, ficou um belíssimo e certamente delicioso pão, ótima receita.
    Beijo,
    Vânia

    ResponderEliminar
  4. Bom dia, Lenita!

    Fiocu lindo e com uma textura bem a meu gosto.

    Beijinho!

    ResponderEliminar
  5. Lenita, eu quando começei o meu primeiro blog (doces tentaçoes da hannah) tb fazia o pao todo á mao, ou com a espirais da batedeira...

    Agora tenho a Bimby (emprestada a longo prazo) e faço lá, maquina de pao, houve uma altura que andei a ver para comprar, mas o meu marido sempre me disse que ia ser dinheiro deitado á rua...e olha... se calhar tinha razao... Eu tal como tu gosto de sentir a textura da massa nas maos, sentir a sua transformaçao...é quase magia!!!

    Beijocas

    ResponderEliminar
  6. Que bonito pão! De certeza que ficou saboroso! Adoro pão com sementes!

    ResponderEliminar
  7. Lena
    è isto que tem bom os blogs, vamos aprendendo umas com as outras.
    Tu estás uma excelente aluna. Os meus parabéns também à mestra
    Beijinho e bfds

    ResponderEliminar
  8. FICOU LINDO E POSSO MESMO DIZER QUE DELICIOSO.
    BOM FIM DE SEMANA
    BJS

    ResponderEliminar
  9. Lenita que belo ficou seu pão, como voce, também gosto de sentir a massa nas mãos, sovar, sentir a elasticidade, a textura, não tenho máquina de pão e acredito que ela é uma grande aliada na cozinha, mas prefiro trabalhar a massa,para mim, é uma terapia. Adoro as receitas da São, ela tem muitas delicias por lá, e vc fez o pão com perfeição,gosto muito de pães com sementes. Quanto as sementes, creio que elas seguram mais se vc pincelar com gema de ovo, ao invés do leite, não sei, é apenas uma opinião. Bjos um excelente domingo

    ResponderEliminar
  10. Hello Lenita! O Pão tem um óptimo aspecto. Eu por acaso tenho máquina do pão, nunca amassei. Tenho de experimentar. No meu passado, os meus pais faziam pães, amassavam grandes quantidades. Obrigada pela visita à paparoca. O teu blog é realmente uma tentação :)***

    ResponderEliminar
  11. Em casa da minha avó paterna também se faz pão e broa naqueles fornos enormes :) E que bons que ficam!!!
    Mas o teu não ficou em nada atrás, está com um aspecto delicioso!
    Mesmo os de compra as sementes caem muito!!! Logo, não é problema :)
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  12. Olá Lenita!
    Que lindo ficou o teu pão! Douradinho mesmo como eu gosto, e essas sementinhas por cima são a melhor parte :)
    Eu entendo bem o que dizes, fazer algo assim relembra tempos da nossa infância em que tudo era entusiasmo, e relembrar alguém tão querido através de um acto de amor como o de fazer pão, mesmo com saudade, faz sorrir...
    Apesar das tendinites já começo também a pôr a mão na massa e gosto muito! :) No fim é que custa, mas depois passa eheh
    Vou tentar fazer este pão, gostei muito do aspecto e da textura, muito fofinho e estaladiço...
    A São tem receitas fantásticas, também gosto muito de a visitar.
    Um beijinho e boa semana

    ResponderEliminar
  13. Lenita
    o pão ficou muito bonito, adoro as sementes, mesmo as que teimam em saltar para fora do pão. Não tenho tanta experiência em pão, mas se você descobrir a técnica para que as sementes não soltem, publica aqui!
    Beijos

    ResponderEliminar